SBT ainda não renovou com a Disney e Silvio Santos pode alterar programação da emissora

6
Disney ainda não renovou o contrato com o SBT. (Foto: Reprodução)
Disney ainda não renovou o contrato com o SBT. (Foto: Reprodução)

Um dos acordos mais bem feitos do SBT nos últimos tempos foi com a Disney, grande produtora de séries e desenhos voltados ao público infanto-juvenil. A tão sonhada renovação de contrato entre as duas partes, no entanto, ainda não aconteceu e está sendo mediada diretamente por Silvio Santos.

De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, caso as partes não consigam chegar a um acordo, o SBT pretende continuar dando espaço à programação infantil. Mesmo que o dono da emissora tenha colocado o jornalismo em alerta, as crianças serão a prioridade.

+Karina Bacchi agradece o apoio do noivo, e diz que ele é um presente na vida do seu filho

Entre as possíveis mudanças, está a ideia de dar uma hora diária a mais para o Bom Dia & Cia, que tem em seu catálogo desenhos importantes como Bob Esponja e Scooby Doo. Nos domingos, a programação infantil perderia espaço para um esticamento do Domingo Legal.

EX-APRESENTADORA VIRA VENDEDORA

Ao contrário de nomes como Yudi Tamashiro e Priscila Alcântara, que apresentaram o Bom Dia & Cia e continuam na mídia, a situação de Jéssica Esteves é diferente. Ela, que comandou a atração entre 2003 e 2005, hoje trabalha como vendedora para ajudar no sustento da família. Após sair do SBT, Jéssica se formou em jornalismo, mas sem assumir a profissão. Em entrevista ao site Notícias da TV, ela revelou que teve que se virar após a morte da mãe.

“Minha mãe morreu em 2012, mesmo ano em que me formei. Louca para trabalhar na área, não pude. Morava só com meu pai, e ele desencadeou uma depressão seguida da descoberta de uma doença neurodegenerativa . Tive que arregaçar as mangas“, contou ela, que deixou as pessoas em choque ao trabalhar como recepcionista.

Jéssica e Cauê no Bom Dia & Cia (Foto: Reprodução)

“Fui trabalhar de vendedora temporária de fim de ano em loja de shopping, logo depois me fixei no primeiro emprego que me garantisse maior segurança financeira para poder sustentar a mim, meu pai e minha casa. Fui ser recepcionista. As pessoas passavam por mim e não entendiam, diziam: ‘Como assim você estava na TV e agora está aqui numa recepção?’. Eu nunca me envergonhei, sabia que estava fazendo o certo, e que todo tipo de trabalho é digno”, revelou.

Facebook Comentarios