Dezessete policiais baianos se formam e podem fazer parte da COE

94

O sonho de fazer parte da família Coordenadoria de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil se concretizou para dezessete investigadores e delegados baianos. Na manhã desta quinta-feira (15) foi promovida a formatura do Curso de Operações Táticas (COT), ocorrida na sede da COE, localizada no Aeroporto Internacional de Salvador. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, e o delegado-geral, Bernardino Brito, participaram da solenidade.

Mães, pais, esposas, irmãos e filhos dos alunos acompanharam, emocionados, toda a cerimônia, com ápice para o momento do canto tradicional dos policiais de Operações Especiais que ressalta a bravura, honestidade e parceria com o colega. Durante quatro meses a turma teve capacitações nas regiões de caatinga, mata atlântica, cerrado, treinamento de rapel, mergulho, tiro, e o principal, submetidos a situações extremas no campo psicológico.

O secretário Maurício Barbosa destacou que a sociedade baiana está ganhando 17 policiais extremamente preparados para servi-los. “A responsabilidade agora aumenta, mas tenho certeza que todos estão preparados”, concluiu. Já o delegado-geral ressaltou a responsabilidade que os “homens de preto” que resolverem fazer parte da unidade, vão carregar. “É um trabalho diferenciado, que requer muita disciplina, força, persistência e até devoção às missões”, afirmou.

Emocionado, o coordenador da COE, André Viana, agradeceu pela persistência de cada aluno e a compreensão das famílias. “Realmente fazer parte de unidade especializada requer sacrifícios. Não posso esquecer do sinal verde que eu tive da SSP e de todos da PC para tocar o curso e hoje é um dia muito especial”, comemorou o delegado.

Comments

comments