Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia discute portaria que modifica atendimento aos doentes renais crônicos

6

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, 8, em Salvador, mais uma reunião do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (CONSEMS/BA). O encontro tratou sobre os municípios executores da Terapia Renal Substitutiva e sobre a nova Portaria do Ministério da Saúde, 1.675/2018, publicada no dia 08/06/18, no Diário Oficial da União e que alterou os critérios para a organização, funcionamento e financiamento do cuidado com a pessoa com doença renal crônica. Estiveram presentes a presidente do COSEMS/BA, Stela Souza; e o vice-presidente do COSEMS/BA, Hassan Iossef, vice-prefeito de Jequié e secretário municipal de Saúde; a diretora da Atenção Especializada da Secretaria de Saúde da Bahia (SESAB), Alcina Romero Bulhosa; a superintendente de Gestão dos Sistemas de Regulação da Atenção à Saúde do Estado da Bahia, Ana Paula Andrade.

Um dos assuntos de maior importância na Saúde, a Terapia Renal Substitutiva (TRS), que sofreu, após a publicação da Portaria e, de acordo com as discussões realizadas pelos representantes da Saúde no encontro, perdas consideráveis, deixando de primar pela segurança do paciente, possibilitando ainda mais a precarização dos serviços, permitindo agora que até 50 pacientes, em um mesmo turno de diálise, estejam sob a responsabilidade de um só médico nefrologista e só um enfermeiro. Além disso, a Portaria 1.675/2018 também aumentou o número de pacientes por técnico de enfermagem de quatro para seis, o que pode representar um maior risco aos pacientes.

“Por tratar-se de um serviço de alta complexidade e que exige vigilância constante e minuciosa, estamos preocupados na prestação do serviço a essas pessoas, para que o atendimento não seja precarizado e ofereça riscos a eles. Mesmo enfrentando uma grave crise com cortes nos repasses federais e queda no investimento da saúde pública, não podemos deixar piorar a qualidade da assistência aos pacientes e, em hipótese alguma, deixar, com isso, ocorrer complicações no atendimento e ou casos mais graves. Estamos discutindo isso, juntamente com todos os outros representantes da Saúde, dos municípios executores da Terapia Renal Substitutiva.”, disse o secretário de Saúde, Hassan Iossef.

The post Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia discute portaria que modifica atendimento aos doentes renais crônicos appeared first on Prefeitura de Jequié.

Facebook Comentarios