Alerj aprova projeto de valorização do samba

5

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta segunda-feira (7), em segunda discussão, projeto de lei que cria a Política Estadual de Promoção, Salvaguarda, Fomento e Incentivo ao Samba Fluminense, com o objetivo de valorizar a memória, promover o resgate cultural e estimular novas formas de pensar e fazer o gênero musical.

Roda de samba do agrupamento Produto do Morro, do Rio de Janeiro.

Aprovação do projeto atende a movimentos de apoio às tradicionais rodas de samba do Rio – Acervo Produto do Morro

A aprovação do projeto atende a um antigo pedido de movimentos de adeptos desse gênero musical, tanto integrantes de escolas de samba quanto das tradicionais rodas de samba que se espalham pelos bairros boêmios do Rio.

De acordo com o deputado Waldeck Carneiro (PT), um dos autores da proposta, o estudo Dossiê das Matrizes do Samba no Rio de Janeiro, elaborado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com base em documento formulado pelo Centro Cultural Cartola, apresenta esse gênero de música e dança como “parte estruturante e fundamental da formação histórico-cultural da nossa identidade nacional, em especial a do Rio de Janeiro”.

O projeto tem como princípios a valorização das identidades, da diversidade e do pluralismo cultural do samba, a universalização do acesso à cultura e às formas de fomento, a participação da sociedade civil, a interação das políticas culturais promovidas pelas diferentes esferas da federação, de forma a evitar que a falta de diálogo entre gestores da pasta impeça o desenvolvimento de ações estruturantes, entre outras.

Facebook Comentarios