Iniciada obra de parque no Stiep, que terá áreas para piquenique e trilha

7

Quando chegou em Salvador, há 18 anos, o aposentado José Imperial, 69, ainda estava deslumbrado com a beleza do local que escolheu para viver no Stiep. “A Lagoa dos Pássaros dava gosto de ver. Era viva, rica em flora e fauna”. Mas, continua o morador, com a chegada massiva de condomínios residenciais, o local se transformou. “Começaram a aterrar a lagoa para a construção de prédios e hoje ela está assim, degradada, fétida e servindo como refúgio para bandidos”, disse. 

O Parque da Lagoa dos Pássaros, na Rua Solimões, será totalmente reurbanizado pela Prefeitura de Salvador. A ordem de serviço para o início imediato das obras no local foi assinada pelo prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (12), ao lado de gestores municipais e moradores. A intervenção será feita em uma área de 2,6 mil m², com investimento de quase R$ 825 mil e conclusão prevista para novembro deste ano. 

No evento, o prefeito pontuou também que, em dois anos, a cidade receberá sete novos parques: o do Stiep, o dos Ventos, na Boca do Rio, ao lado do novo Centro de Convenções de Salvador, além dos parques Pedra de Xangô, em Cajazeiras X; Marinho da Barra, na Barra; da Ilha dos Frades e do Arraial do Retiro, nas localidades de mesmo nome; e a requalificação do Jardim Botânico, na Mata dos Oitis. A iniciativa faz parte do conjunto de ações do programa Salvador 360 – Cidade Sustentável.

Equipamentos
A requalificação do Parque da Lagoa dos Pássaros envolverá a implantação de praça, espaço para contemplação, área de trilha e deques. A lagoa está situada numa região de vale e a reforma foi elaborada por solicitação e com a participação da comunidade local. Dentre as intervenções constam prioridade para a acessibilidade, recuperação e ampliação da pista de caminhada já existente, que passará a contar com piso de cimento.

Além disso, estão previstas a instalação de área para piquenique, praça de esportes com parque infantil, equipamentos para musculação e ginástica, espaço para capoeira, paraciclos e estacionamento pela Rua Arthur de Azevedo. A reforma contempla ainda uma edificação existente no local, que será utilizado para abrigar um posto de observação e uma sala multiuso voltada para atividades ligadas à preservação do meio ambiente, dentre outras intervenções.

O projeto de reestruturação do lugar foi desenvolvido pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e as obras serão realizadas pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop), vinculada à Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). A iniciativa atende a uma demanda antiga da comunidade.

De acordo com o prefeito ACM Neto, o projeto de requalificação urbana faz parte da primeira etapa de implantação do parque e engloba adequação e cuidado com todo o paisagismo.

“A segunda etapa é o desenvolvimento de uma série de atividades, inclusive educacionais, para garantir a preservação do local. Será aproveitado também esse espaço para desenvolver especialmente um estudo sobre os pássaros em nossa cidade. Vai ser um parque de grande utilização por toda a comunidade, numa demonstração clara do compromisso da gestão em investir no meio ambiente e preservar o patrimônio natural de Salvador”, disse.

Facebook Comentarios