À beira do campo e na arquibancada, croatas fazem sucesso na Copa

7

Finalista da Copa do Mundo, a Croácia está batendo um bolão. E não se trata apenas de futebol. A seleção europeia é a única que tem uma mulher em cargo de comando entre os 32 países classificados para o Mundial. Gerente da equipe, a ex-tenista Iva Olivari, 49 anos, é quem toma as decisões fora das quatro linhas. De saia longa e terno, ela é figura presente nos estádios da Rússia e já fez história. Iva é a primeira mulher a ficar à beira do campo em um Mundial da Fifa.

A ex-tenista Iva Olivari é a gerente da seleção croata na Copa do Mundo (Divulgação/FIFA)

Iva não é a única mulher croata que está chamando a atenção. Fora de campo, uma outra apaixonada por futebol está roubando a cena. Trata-se da presidente da Croácia, Kolinda Grabar-Kitarovic, a primeira mulher a ocupar o cargo no país. A chefe de Estado do país, 50 anos, não apenas acompanhou a jogos da Croácia durante o Mundial da arquibancada, como fez questão de pagar os ingressos do próprio bolso e descontou os dias de folga do salário. Sem protocolos, ela deixou os trajes oficiais de lado e adotou o uniforme da seleção para torcer. 

Kolinda esteve no vestiário dos atletas após a classificação às semifinais, como mostra o vídeo a seguir. 

Facebook Comentarios