Concurso TJ AM 2018/2019: Comissão do edital é formada!

16

O Tribunal de Justiça do Estado de Amazonas já se prepara para abrir um novo edital de concurso público (Concurso TJ AM 2018/2019). Após o novo presidente do órgão, Yedo Simões, confirmar o certame durante solenidade realizada na última quarta-feira, 04 de julho, no Teatro Amazonas, no Centro de Manaus, um novo passo foi dado para divulgação do concurso. O novo chefe do órgão autorizou criação de uma nova comissão para preparar o concurso TJ/AM 2018.

A expectativa é que o edital seja divulgados em cargos de níveis fundamental, médio e superior, assim como aconteceu no último certame, realizado em 2013.

“A ideia é essa, substituir os servidores que não são efetivos pelos servidores efetivos concursados. Nós já estamos trabalhando para, em alguns dias, lançar o edital do concurso publico”, afirmou o presidente.


O Concurso TJ AM 2018/2019

De acordo com Simões, estão sendo realizados levantamentos nas comarcas do órgão com objetivo de analisar as necessidade de pessoal do Tribunal. O quantitativo de vagas, cargos, entre outros detalhes devem ser revelados após o término do levantamento. Segundo as últimas tabelas de lotação de pessoal, disponível no site do Tribunal de Justiça, o órgão conta atualmente com 249 servidores sem vínculo apenas com cargo em comissão.

A expectativa é que o edital de concurso seja divulgado para cargos de Analista Judiciário I, Analista Judiciário II, Assistente Judiciário e Auxiliar Judiciário.

Último Concurso TJ AM

O último edital de concurso para o órgão foi divulgado em 2013. Na ocasião, foram liberadas 300 vagas em cargos de ensino fundamental, médio e superior. O documento de abertura contou com oportunidades para Analista Judiciário I, Analista Judiciário II, Assistente Judiciário e Auxiliar Judiciário. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) teve a responsabilidade do certame.


Analista Judiciário I

Para concorrer ao cargo, o candidato precisou ter Diploma ou certificado de conclusão de curso superior na especialidade correspondente, devidamente registrado, com inscrição no respectivo conselho de fiscalização do exercício profissional, dispensada a inscrição no respectivo conselho para a especialidade “Direito”. Para a especialidade de Qualquer área de formação, é requisito básico Diploma ou certificado de conclusão de curso superior em qualquer área de formação, devidamente registrado. O salário foi de R$ 6.787,06. A taxa de inscrição foi de R$85,00 e a lotação dos aprovados aconteceu na capital Manaus (AM).

As oportunidades de Analista Judiciário I foram para as áreas de Administração (01 vaga), Arquivologia (01 vaga), Direito (22 vagas), Designer Gráfico ou Desenhista Industrial (01 vaga), Economia (01 vaga), Enfermagem (01 vaga), Engenharia Ambiental e Sanitária (01 vaga), Engenharia Elétrica (02 vagas), Engenharia Mecânica (02 vagas), Medicina/Cardiologia (01 vaga), Medicina/Ginecologia (01 vaga), Psicologia (10 vagas), Pedagogia (03 vagas), Serviço Social (08 vagas), Qualquer área de formação (08 vagas), conforme tabela abaixo.

Analista Judiciário II

Para concorrer ao cargo, candidato precisou ter Diploma ou certificado de conclusão de curso superior, devidamente registrado, em Direito. O salário foi de R$ 6.787,06. A taxa de inscrição foi de R$85,00. As oportunidades foram para as especialidades de Leiloeiro (01 vaga) e Oficial de Justiça Avaliador (29 vagas), totalizando 30 vagas.

Assistente Judiciário – Capital

Para concorrer ao cargo, o candidato precisou ter Certificado, devidamente registrado, de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, para todos os cargos e, para as especialidades de Suporte ao Usuário de Informática, Programador, Web Designer, e Editor Gráfico curso técnico em informática; para a especialidade Auxiliar de Consultório Dentário curso técnico de saúde bucal, ou auxiliar de saúde bucal ou de Higiene Dental; e para a especialidade Técnico em Telecomunicações curso técnico em telecomunicações, com registro no Órgão ou Conselho de Classe, conforme o caso. O salário foi de R$ 3.484,56. A taxa de inscrição foi de R$65,00 e a lotação dos aprovados aconteceu na capital Manaus (AM).


As oportunidades de Assistente Judiciário – Capital foram para as especialidades de Assistente Técnico Judiciário (136 vagas), Auxiliar de Consultório Dentário (02 vagas), Editor Gráfico (01 vaga), Programador (06 vagas), Suporte ao Usuário de Informática (21 vagas),Técnico em Telecomunicações (02 vagas) e Web designer (02 vagas).

Assistente Judiciário – Interior

Para participar, candidato precisou apresentar Certificado, devidamente registrado, de conclusão de Ensino Médio e Ensino Técnico em informática, par o caso da especialidade de Suporte ao Usuário de Informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. O salário foi de R$ 3.484,56. A taxa de inscrição foi de R$65,00 e a lotação dos aprovados aconteceu no interior do estado.

As oportunidades foram destinadas as especialidades de Suporte ao Usuário de Informática (05 vagas) e Assistente Técnico Judiciário (12 vagas). As vagas foram para as cidades de Careiro, Careiro da Várzea,  Itacoatiara, Iranduba, Manacapuru, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

Auxiliar Judiciário II

Para participar, candidato precisou apresentar certificado, devidamente registrado, de conclusão de Ensino Fundamental ou equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. O salário chegou a R$ 1.823,75. A taxa de inscrição foi de R$50,00 e a lotação dos aprovados aconteceu no interior do estado.

As vagas foram para as cidades de Careiro (01 vaga), Careiro da Várzea (01 vaga), Iranduba (02 vagas), Itacoatiara (08 vagas), Manacapuru (06 vagas), Presidente Figueiredo (01 vaga) e Rio Preto da Eva (01 vaga), conforme tabela abaixo.

Provas Objetivas

A Prova Escrita Objetiva para os cargos de Analista Judiciário I e Analista Judiciário II foi composta de 80 questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com 05 alternativas e apenas uma resposta correta.

Já a Prova Escrita Objetiva para o cargo de Assistente Judiciário foi composta de 60 questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com 05 alternativas e apenas uma resposta correta.

Por fim, a Prova Escrita Objetiva para o cargo de Auxiliar Judiciário II abordou 50 questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com 05 alternativas e apenas uma resposta correta.

Informações do concurso
  • Concurso: Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM 2018)
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: a definir
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
Facebook Comentarios