Menos de 10% das cidades baianas têm ciclovias, aponta IBGE

10

Do total de 417 municípios da Bahia, apenas 34 informaram à Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (5), possuir ciclovias em 2017. O número representava somente 8,2% do total de cidades que compõem o estado. O percentual fica bem abaixo da média nacional, que é de 14,3%.

Na Bahia, sete cidades tinham ciclovia e bicicletário público em 2017: Alcobaça (Extremo-Sul), Canavieiras (Sul), Dias D’Ávila (Região Metropolitana de Salvador), Mata de São João (Região Metropolitana de Salvador), Prado (Extremo-Sul), São Francisco do Conde (Região Metropolitana de Salvador) e na própria capital, Salvador.

O Rio de Janeiro é o estado brasileiro que lidera em percentual de cidades com ciclovias. Elas estão presentes em 38 dos 92 municípios do estado – ou seja, em 41,3%, segundo informaram as prefeituras ao IBGE.

O Acre, no Norte do país, embora tenha ciclovias em apenas nove cidades, aparece em segundo lugar em percentual, com 40,9%, já que possui apenas 22 cidades. Em terceiro lugar vem o estado de Santa Catarina, no Sul, que tem ciclovias em 92 dos 295 municípios – ou seja, em 31,2% deles.

Em todo o Brasil, há ciclovias em 817 dos 5.570 municípios – 14,3%.
 

Facebook Comentarios