Gaby Amarantos lamenta racismo e alfineta novela da Globo com pouco atores negros: “Não assisto”

11
Gaby Amarantos (Foto: Reprodução)

A cantora Gaby Amarantos foi a entrevistada do Programa do Porchat, na noite desta última quarta-feira, 04 de julho, e, durante sua participação, a famosa comentou a incessante busca por condições equilibradas na vida e no mercado de trabalho para mulheres, negros e indígenas.

“A gente só quer igualdade entre negros e brancos, entre homens e mulheres, não tirar o lugar de ninguém. A gente só quer existir, poder ser médico, juiz”, iniciou ela, que logo alfinetou a novela da Globo, Segundo Sol, criticada por ter muitos atores brancos em uma novela que se passa na Bahia.

+ Perlla já tentou se matar várias vezes e surpreende com declaração: “Aquilo ficava engasgado”

“Não assisto a novelas que só tem um ou dois atores negros, nem adquiro produtos que não tenham pessoas normais [fazendo propaganda]”, disse ela.

A paraense não tem medo de falar o que pensa. “Sofri racismo desde criança, mas estava em um lugar que eu não achava que tinha de lutar. Sempre dei opinião, nunca fui uma artista que se acovardou ou deixou a sociedade oprimir. É chato sim, mas mais chato ainda é ser conivente, ter medo de se posicionar”.

Após lançar o clipe Sou + Eu, com elenco de ascendência afro e indígena, ela falou como vê a questão. “A maioria dos homens em geral cresceu vendo a mulher branca para casar. A negra era a doméstica, a mucama, a babá. Agora é que as mulheres negras estão sendo consideradas ícones de beleza, que se começa a ver a mulher negra como alguém para amar. Esse problema da solidão da mulher negra é muito sério no Brasil”.

Facebook Comentarios