Galvão Bueno quebra tradição de anos no esporte da Globo e define novo rumo

15

TV Foco

Galvão Bueno (Foto: Reprodução)

Por essa ninguém esperava. Aos 67 anos de idade, o narrador Galvão Bueno tomou uma decisão que mudará os rumos de sua carreira. Há mais de uma década, ele vinha sendo sondado por marcas e empresas para fazer comerciais na TV, rádio e internet.

+ Ana Maria Braga reclama ao vivo de censura da Globo e Louro José quebra “ordem” da emissora

No entanto, a Globo não permitia [e continua não permitindo] a publicidade por parte dos contratados ligados ao jornalismo – era isso que acontecia com Fátima Bernardes e Evaristo Costa. Agora, porém, Galvão acaba de ser “liberado” desse “castigo” e começará a fazer campanhas.

De acordo com informações do colunista Ricardo Feltrin, ele sempre era obrigado a dizer não e chegou a precisar recusar nada menos que R$ 3 milhões de uma empresa, o mesmo que recebe Tony Ramos, por exemplo.

Ele é contratado da emissora desde 1981, e em 2016, o setor de Esportes acabou sendo definitivamente desvinculado ao do Jornalismo, não havendo, assim, motivos para continuar proibindo a equipe de esportes de fazer publicidade.

Fernanda Gentil (Foto: Reprodução/Globo)
Fernanda Gentil (Foto: Reprodução/Globo)

Agora, Galvão deve ser o primeiro nome do Esporte a quebrar a “tradição” da emissora e estrelar uma campanha publicitária em rede nacional, abrindo, assim, o caminho para profissionais como Cléber Machado, Luiz Roberto, Fernanda Gentil, Tino Marcos, entre outros.

Todos esses citados são bastante visados pelas empresas e possuem o mesmo interesse de Galvão, já que deixaram de ganhar muito dinheiro nos últimos anos por causa das ordens da emissora.

Galvão Bueno quebra tradição de anos no esporte da Globo e define novo rumo

Facebook Comentarios