Diarista volta a estudar e se torna técnica em Gastronomia

8

De diarista, Vitorina dos Santos, 40 anos, passou a técnica em Gastronomia. A guinada na vida foi fruto de uma inquietação interior. “Passei muito tempo pensando que deveria ir em busca de algo melhor”, conta a baiana que não se arrepende de ter investido na educação. Filha de agricultores – a mãe não sabia ler e escrever – Vitorina é a primeira da família a conquistar um diploma. “O importante é não ser uma pessoa acomodada. Temos que sonhar e ir atrás”, ensina a dedicada aluna que sempre teve dotes culinários..

Diarista Vitorina dos Santos volta a estudar e se torna técnica em Gastronomia

O sabor dos seus quitutes e a dedicação ao trabalho conquistaram a família onde Vitorina presta serviço há 16 anos. “Eles sempre me apoiaram e me incentivaram muito”, reconhece com gratidão. Outro apoio fundamental foi a bolsa de estudo concedida pelo Educa Mais Brasil, programa educacional que oferece bolsas para várias modalidades de ensino. “O valor integral de uma universidade é muito alto. Graças ao desconto de 50%, consegui realizar meu sonho”, comemora

Como muitos brasileiros, Vitorina sempre viveu com um salário mínimo. Apesar de morar sozinha, não era o suficiente para arcar com todos os seus gastos. “O meu curso tinha duração de dois anos e meio, mas eu levei o dobro do tempo para concluir porque eu sempre organizava minha grade de matérias de forma que o preço de cada uma delas não pesasse tanto no meu orçamento”, explica.

Com muitas dificuldades enfrentadas, ela saboreia hoje o gostinho da vitória. Vitorina já sente os pontos positivos de ter o ensino superior no currículo. E olhe que ainda nem recebeu o diploma. Anda ansiosa pela cerimônia de formatura, marcada para setembro. Os planos, depois de concluir oficialmente a graduação, são muitos, mas engana-se quem pensa que incluem abandonar o trabalho de diarista. O próximo passo é abrir a sua panificadora e trabalhar com o que mais ama: confeitaria.

Hoje, a técnica em Gastronomia possui até uma página no Facebook intitulada de Vitória Doces e Salgados e aceita encomendas de salgados, pães, bolos artísticos e doces finos. “Apesar de não ser um dinheiro fixo, pude aumentar ainda mais a minha renda mensal depois que iniciei o curso. Todo mundo ama os meus pãezinhos”, revela orgulhosa. Ela faz entregas maiores para alguns estabelecimentos, mas o doce sonho de futuro é investir em seu próprio negócio. “Todas as encomendas eu faço em casa, mas temos que pensar sempre em melhorar. Quero começar com algo pequeno e ir crescendo aos poucos”, planeja. Para quem ficou com o delicioso gostinho de superação na boca, Vitorina deixa um recado. “O estudo é fundamental na vida da gente. Digo isso para minha filha todo dia”.

Se, assim como Vitorina, você também tem um sonho de ingressar em uma faculdade, conte com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa oferece bolsas de estudo de até 70% para diversos cursos de graduação. Acesse o site do Educa Mais Brasil, confira as oportunidades da sua região e invista na realização dos seus objetivos.

Facebook Comentarios